Siga a gente
  • Abrigo Flora e Fauna
  • Abrigo Flora e Fauna
  • Abrigo Flora e Fauna
  • Abrigo Flora e Fauna

Seja um Voluntário

Quer se tornar um voluntário? Que notícia ótima, o Abrigo agradece!

 

Existem várias formas de nos ajudar e você pode escolher uma (ou mais de uma) com a qual você se identifica na lista abaixo. Caso sua ideia não esteja na lista, é só conversar com o Abrigo e explicar como poderíamos contar com você.

 

  • Transporte de animais entre o Abrigo e as feiras de adoção

  • Transporte para o veterinário

  • Venda de produtos para arrecadar dinheiro

  • Limpeza e manutenção do Abrigo

  • Coleta de doações pela cidade e entrega ao Abrigo

  • Castração de animais (caso seja veterinário com CRMV do DF)

Eles precisam de você!

Cadastro

Wellington

Como conheceu o abrigo?

Eu estava em um posto de gasolina quando a dona do Abrigo passou com Kombi antiga, achei a logomarca interessante e fui atrás. Quando cheguei no Abrigo, descobri que teria multirão de banho no domingo, e então voltei e  participei.

 

Por que você escolheu ser voluntário no abrigo Flora e Fauna? O que o abrigo tem de diferente dos outros?

Me tornei voluntário por que sempre gostei muito de animais, acho que cuidar dos bixinhos é fazer algo a mais pelo mundo. Um dos maiores motivos para me tornar voluntário foi a falta de estrutura que o Abrigo tinha na época, foi aí que eu percebi que poderia fazer diferença.

 

A quanto tempo você trabalha como voluntário?

Há 7 anos estou na "correria", procurando melhorias para a estrutura e para os animais, buscando novos voluntários e cuidando das redes sociais.

Como tá sendo essa experiência?

 É inexplicável, ajudar um animal, vê a recuperação do animal, não tem dinheiro no mundo que pague. Você vê o olhar nos animais agradecendo. O abrigo me faz mais bem do que eu faço a ele.

 

Como foi o processo para ser um voluntário?

No começo, não se tinha muitas pessoas trabalhando então assim que conheci a realidade do Abrigo, tomei a frente sobre o voluntariado, e pedi para Orcilene, dona do abrigo, permissão para levar novas pessoas e assim, conseguir mais voluntários.